Paula Rego - Artista | Almeida & Dale

Paula Rego

Lisboa - Portugal, 1935 Londres - Reino Unido, 2022

Uma mulher se agacha, rosnando como um cachorro. Uma noiva reclinada em uma cama, com seu vestido branco levantado provocativamente; sua expressão é mais de agonia do que êxtase. Figuras com cabeças de coelho de brinquedo tropeçam, ensanguentadas e feridas, em um campo de batalha surreal. Bem-vindo ao fabuloso e imaginativo mundo de Paula Rego – um lugar cheio de simbolismo e segredos, drama e comédia, fantasia e magia. Radical, sua arte é repleta de imagens inquietantes, belas e grotescas – suas obras podem parecer inocentes na superfície, mas olhe mais de perto e você provavelmente encontrará algum horror subjacente, uma reviravolta.

Paula Rego nasceu em Lisboa, Portugal, em 1935, três anos após a tomada do poder pelo ditador António de Oliveira Salazar. Ela desenvolveu desde cedo uma consciência política e consciência da injustiça e da violência, particularmente contra as mulheres. O regime de Salazar – sua tortura sistemática e detenções sem julgamento – criavam um clima de ansiedade e frustração, que ela expressou em sua arte. No começo da década de 1970, mudou-se para Londres e solidificou seu lugar como uma das maiores pintoras da Grã Bretanha na época.

A visão feminista de Rego se construiu desde sua adolescência, quando leu O Segundo Sexo, de Simone de Beauvoir, entre outros textos. As mulheres, seus prazeres e dores, triunfos e provações, sempre foram seu foco. Quando um referendo para legalizar o aborto em Portugal falhou, sua série sobre aborto, que retrata mulheres após abortos ilegais, foi tão poderosa que influenciou uma campanha por um segundo referendo, no qual o aborto foi finalmente legalizado em Portugal. A pintora também costumava usar histórias e fábulas para inspirar seu trabalho, incluindo Peter Pan e Jane Eyre. Narrativas de Jonathan Swift, Jean Genet, Angela Carter e os Irmãos Grimm são tão presentes quanto a influência de Francisco Goya, Diego Velázquez ou James Ensor (um de seus artistas favoritos) em sua pintura.

Com o objetivo de promover a divulgação da sua obra, a Casa das Histórias de Paula Rego foi inaugurada em 2009, em Cascais, Portugal. Em 2010, a artista recebeu a Ordem do Império Britânico pela sua contribuição às artes.

Blackmail, 2015

pastel sobre papel sobre alumínio
147 x 126 cm

Segunda a sexta-feira das 10h às 18h
Exceto feriados

+55 11 3882 7120
galeria@almeidaedale.com.br

Rua Caconde, 152 – 01425-010
São Paulo – SP